BUSCA

Categorias

Inovação Aug. 19, 2020

Antonio Jou, CEO da Polo Films, fala sobre a importância da inovação na indústria do plástico

Quando falamos em inovação, logo pensamos em tecnologia. Porém, inovar vai muito além disso. Para manter a competitividade e se destacar no mercado, é fundamental inovar em produtos, processos e atender às necessidades dos consumidores. Nesta entrevista, nosso CEO, Antonio Jou, fala sobre inovação na indústria do plástico, perspectivas para o segmento pós-pandemia, como o setor de embalagens tem trabalhado para atender as demandas ambientais, além dos principais projetos e expectativas da Polo Films para os próximos anos. Confira!

1) Inovação é um conceito que precisa estar no centro das estratégias de qualquer indústria. Na sua visão, como a indústria do plástico tem trabalhado esse conceito?

Desde sua origem, a indústria do plástico é, intrinsecamente, uma indústria inovadora, oferecendo soluções em setores que passam por saúde e medicina, tecnologia de consumo, automotivo, construção, embalagens e até aeroespacial. Se considerarmos as embalagens de alimentos, por exemplo, é possível notar que estas evoluíram de simples recipientes de armazenamento para algo que pode desempenhar um papel ativo na qualidade dos alimentos. Com propriedades que incluem barreiras ao oxigênio, umidade, sabores e até proteções antimicrobianas, as embalagens permitiram o acesso a muitos alimentos que, de outra forma, não poderiam ser preservados.

2) Quais as perspectivas que você vê para o mercado do plástico para este semestre? E para 2021?

A pandemia do novo coronavírus teve efeitos diferentes nos diversos segmentos da economia. Os setor de alimentos e de higiene e limpeza, por exemplo, foram surpreendidos com uma demanda bem acima do previsto. Na contramão, segmentos como o de vestuário e os ligados ao comércio de rua foram impactados negativamente pelas medidas de restrição à circulação de pessoas. Para o segundo semestre deste ano, dependendo da evolução da pandemia, espera-se um abrandamento nas restrições ao comércio e uma gradual retomada das atividades que mais sofreram na primeira metade do ano. Por outro lado, o aumento do desemprego e o fechamento de vários estabelecimentos devem reduzir a renda média das famílias. A combinação desses fatores é o que irá definir o ritmo do mercado de plásticos nos próximos meses.

3) De que forma a indústria de embalagens está adaptando suas soluções para atender às questões ambientais?

A principal mudança na indústria de embalagens plásticas está relacionada a um aumento da conscientização da população com o problema da poluição causada por materiais plásticos de uso único. A Polo Films está trabalhando, juntamente com seus parceiros, na busca de soluções para reduzir a poluição causada por esses materiais. Acreditamos que a solução passa pelo conceito de economia circular, que compreende a separação adequada, a coleta seletiva e a reciclagem fechando o ciclo completo do plástico. Para que isto seja possível, além de investimentos em educação e coleta seletiva, é necessário alterar algumas estruturas comuns no mercado de hoje para estruturas ready to recycle que compreendem basicamente estruturas monomaterial. Além disso, estamos atentos ao desenvolvimento de produtos compostáveis e biodegradáveis que podem ser alternativas interessantes para enfrentar esse problema. O mais importante na busca dessas soluções é estar trabalhando muito próximo e em sintonia com nossos clientes, pois todas estas mudanças, para terem sucesso, precisam necessariamente ser desenvolvidas a quatro mãos.

4) Nesse contexto, o que é inovação para a Polo Films? Como a empresa tem procurado inovar? 

Na Polo Films entendemos que a inovação vai além do desenvolvimento de novos produtos e de novas aplicações. Ela está presente nas tecnologias de produção, nas metodologias de gestão, no relacionamento interpessoal e no olhar crítico de cada um de nós sobre como podemos fazer o que fazemos, melhor, com mais qualidade, sendo mais competitivos e sobretudo na forma como agregamos valor aos nossos clientes, fornecedores e acionistas.

5) Quais os principais projetos e expectativas da empresa para os próximos anos?

Temos a ambição de entregar soluções inovadoras aos nossos clientes, criando valor para a cadeia e fortalecendo as relações. Nesse sentido, estamos trabalhando em vários projetos nas mais diversas áreas, como desenvolvimento de produtos, estruturações financeiras, soluções logísticas e atuações estratégicas, juntamente com clientes e fornecedores. Estamos confiantes no sucesso dessas iniciativas porque contamos com uma equipe qualificada e que está em constante desenvolvimento. Além disso, as alianças com nossos parceiros têm nos ajudado a ganhar uma velocidade incrível na consolidação da empresa como líder em inovação na região.